Edukblogue: 2012

4 de set de 2012

História da Animação

-->
Tudo começou assim...
Em 1824, o inglês Peter M. Roget concluiu que todo o movimento podia ser decomposto numa série de imagens fixas, descobrindo assim o princípio da "persistência da visão". Este princípio explica como vemos o movimento. Em sequência, 24 imagens são-nos mostradas por segundo e a nossa visão é suficientemente lenta para as juntar num acto contínuo. A retina do olho retém cada imagem o tempo suficiente até ser substituída pela seguinte, ligeiramente diferente. Tendo por base o referido princípio, alguns investigadores do séc. XIX dedicaram-se a criar / aperfeiçoar alguns brinquedos ópticos que ajudaram no desenvolvimento do nosso conhecido CINEMA. 
Joseph Plateau e o fenacistoscópio
Esse nome complicado é um equipamento simples formado por dois discos que se movem impulsionados por um mesmo eixo. Em um dos discos Joseph Plateau fez buraquinhos por onde se podia olhar os desenhos feitos no segundo disco. Os desenhos representavam a sequência de um movimento. Olhando pelos buracos se tem a ideia de que o desenho está realmente se movimentando, quando os discos são girados a uma determinada velocidade. Coisa simples? Hoje parece brincadeira de criança mas esse foi o primeiro passo para o aparecimento do cinema. Aconteceu em 1832 e devemos a ideia a esse belga que foi o precursor do cinema.
Muitos anos depois, em 1872, foi inventada a fotografia em série. O motivo foi uma aposta. Um americano cheio de dinheiro apostou com seus amigos que durante o galope de um cavalo havia um instante em que o animal teria todas as patas no ar. Para provar, contratou um fotógrafo inglês chamado Muybridge que colocou 14 câmeras em seqüência e que eram acionadas por um cordão que ficava esticado no caminho do cavalo. O próprio animal acionava a câmera e realmente ficou provado que em determinado instante nenhuma das patas tocava o solo. O invento da fotografia em série ficou creditado a Muybridge e o nome do americano é desconhecido, quer dizer, nós aqui não conhecemos. Já o cinetoscópio, quase o atual cinema, foi criação de Thomas Edison, em 1891.
Além do Fenacistoscópio haviam ainda outros tipos de brinquedos ópticos como, por exemplo, o Taumatrópio, o Zootrópio e o Praxinoscópio.

Gostou dessa história? Então clica aqui para saber mais!

;-)

Por hoje é só, pessoal!
Um abração,

Equipe EduKblogue!